Fibras: Quais as opções e diferenças?

A escolha da fibra adequada é sempre um tópico importante. Temos várias informações técnicas, mas como escolher certinho?

Decidimos acabar com o mistério e contar pra vocês como nós escolhemos.


Lembrando que não quer dizer que se você fizer diferente estará errado! É só o jeitinho que nós gostamos de fazer. Veja abaixo uma relação de peças e suas fibras!


Gravamos um Vídeo explicando tudinho!



Trabalhamos com 13 modelos diferentes de fibras (ou manta acrílica). Cada uma com suas características. São elas:


• Jade 100 E Jade 200

• Ambar 100 E Ambar 200

• Poly 100, Poly 150 e Poly 200

• Fillon 150

• Safira 150

• Pad 180

• R1 100, R2 100 e R1 200


Quais são as diferenças?


Elas podem ter composições diferentes (algodão ou poliéster), gramatura diferente (o peso da fibra), se é mais compacta ou mais aerada e se tem ou não resina em sua composição.


As fibras “prensadas”


São aquelas mais compactas, que têm um bom caimento. Podem ser 100% algodão ou 100% poliéster.

As fibras 100% algodão são a Ambar 100 e a Ambar 200. Usamos muito em artigos de bebê por serem hipoalergênicas. Elas podem ser substituídas pela Jade 100 e a Jade 200 respectivamente, que são 100% poliéster e consequentemente , mais baratas.


Com a composição 100% poliéster também temos a safira 150 (mais compacta e com boa estrurua) e a Pad 180, mais grossa e muito estruturada.


As fibras “fofas”


Todas 100% poliéster, não são tão prensadas, deixando as peças bem aconchegantes e com relevo. Temos a Poly 100, Poly 150 e Poly 200 como exemplos, a diferença é que uma quanto maior o número, mais grossa e fofa é a fibra.

Além das Polys, temos a Fillon 150, bem fofa e aerada, usamos muito em cobertores e edredons.


As fibras com resina


São fibras com cola. Nós colocamos um tecido por cima da fibra e passamos, isso faz com que um cole no outro, temporariamente, o que facilita muito o manuseio.


Temos a R1 100, R1 200 E R2 100.

O “R” significa “resina” que é a cola. 1 ou 2 significa quantos lados da fibra têm cola e 100 ou 200 é a gramatura da fibra. Então:


R1 100 – Fibra fina com cola e 1 lado

R2 100 – Fibra fina com cola dos 2 lados

R1 200 – Fibra grossa com cola de 1 lado.


É importante tomar cuidado com fibras com cola poir elas soltam um “pozinho” no mecanismo interno da máquina que pode acumular e estragar um pouquinho a máquina, então lubrifique bem sua máquina, com bastante frequência para prevenir qualquer probleminha.


Por desgastar muito a máquina, nós não usamos muito as fibras com cola, preferimos as sem resina para quiltar peças grandes. Mas é uma opção maravilhosa quando fazemos peças pequenas, principalmente na Costura Criativa.



Qual fibra (sem cola) usar em cada peça?

Colchas – Temos normalmente duas opções: A Poly 100 e a Jade 100.

Quando começamos usávamos a Jade 100. Ela é fina e leve, não tem volume e é ótima para um cobre-leito que não precisa ser aconchegante. Mas mudamos de ideia rapidinho. Começamos a usar a Poly 100. Não temos dúvida, é a nossa queridinha. Uma delícia de quiltar e deixa tudo mais aconchegante. Ela é fofa, mas tem o mesmo peso da Jade 100. Tem um pouco mais de volume, exatamente o que deixa ela mais gostosa. Se não experimentou ainda, pode ir sem medo. Garantimos que vai gostar.

Cobertores – Poly e Fillon.

Aqui é a fibra que faz toda a diferença. Transforma qualquer colcha num cobertor ou edredon. Caso queira um edredom bem gordinho use a Fillon 150, ela é específica para isso. Caso queira um cobertor quentinho, mas não tão gordinho, experimente a Poly 150 ou a Poly 200.

Mantas – A Poly (a queridinha), Âmbar e Fillon.


Dessa vez temos opções. A Poly vem em gramaturas. A 100, a 150 e a 200. Uma mais gordinha que a outra. Normalmente usamos a Poly 100, mas quando queremos uma manta mais fofinha e encorpada usamos a 150. A duzentos só em casos super quentinhos.


Para as mantas de bebê temos opções antialérgicas: a Âmbar 100 e a Âmbar 200. Elas são fibras mais condensadas, mas são 100% algodão.


Para quem quer uma manta bem gordinha: Fillon 150. É daquelas que se usa para fazer edredom. Não é absurdamente grossa, ela é... grossinha (kkk). Usar ela com o Forro de Malha Polar transforma a peça na manta mais gostosa da vida!


Toalhas e trilhos de mesa– Jade 100 ou Safira 150.


Temos duas opções, mas é fácil decidir. A toalha ou o trilho é maior que a mesa? Se a peça vai sair pelas beiradas da mesa, precisamos de caimento, então usamos a Jade 100. Fica leve e maleável, perfeita para uma toalha grande e um trilho com pontas caídas.


Se a toalha ou o trilho é menor que o tampo da mesa, a escolhida é a Safira 150. Ela deixa a peça mais encorpada e durinha. Deixa o quilt mais aparente e os pontos mais suaves.


Jogo americano – Safira 150 ou Jade 100

Essa nem precisa pensar. A Safira deixa a peça mais encorpada, com um acolchoado legal e os pontos do quilt mais suaves. Ela não é fofa, então o prato não vai ficar “dançando” em cima do jogo americano. Mas é encorpada o suficiente para não repuxar o tecido quando colocar o prato em cima.

Caso você prefira um jogo americano bem fininho, use a jade 100.


Peseira – Jade 200.


Para as peseiras usamos sempre a Jade 200. Ela é encorpada e macia. O quilt fica bem suave e ela não fica tão leve que qualquer movimento ela caia da cama. A gramatura ajuda a permanecer no lugar mantendo a maciez.


Almofada e Capa de travesseiro – Poly 100 ou jade 200


Não é à toa que ela é a nossa queridinha. Olha ela aqui de novo! A Poly 100 é perfeita para almofadas e capas de travesseiro. Ela já deixa um acolchoado numa peça que já é pra ser fofinha. Fica com uma aparência mais aconchegante. Quando for uma capa de travesseiro que faz par com outra peça, indicamos usar a mesma fibra. Se fez uma colcha com a jade 100, quilte sua capa de travesseiro também com a jade 100. Se fez uma peseira com a jade 200, quilte a capa de travesseiro também com a jade 200.


Bolsas e Necessaires - Safira 150 e Pad 180.


Para as necessaires usamos sempre a Safira 150. Ela é encorpada e deixa o trabalho firme e estruturado. A Pad 180 usamos muito raramente em necessaires por ser muito grossa. Para as Bolsas usamos usamos a Safira 150 e a Pad 180. A Safira 150 quando a bolsa for mais leve e delicada. O trabalho fica firme e estruturado, mas maleável. A Pad 180 usamos quando a bolsa precisa de uma estrutura bem firme, normalmente quando tem um fundo muito largo ou que precise ficar durinha sem esforço. É uma fibra mais grossa, então mais difícil de manusear, mas vale o esforço quando vemos a peça pronta.


Painéis - Safira 150.


Para os painéis ou panôs usamos sempre a Safira 150. Ela é encorpada e fina, deixando o trabalho firme mas delicado. Não usamos a Pad 180 apesar de ser firme pois marca bastante o quilt, chamando muita atenção para ele, não deixando um resultado delicado.



Esperamos que essa publicação tenha ajudado! Qualquer dúvida ou ideia é só falar com a gente. Estamos à disposição!

Com carinho,

Mari Hulbert