Minha História na Costura - Gédna. Parte 3

July 9, 2018

      Aonde parei? Ah, sim. Em 1995, criei a Tim Tim por Tim Tim. Micro empresa dedicada ao enxoval para crianças.

      Ela funcionava em minha casa mesmo. No começo era só cama e banho, mas acabei me envolvendo tanto que fui entrando no mundo infantil. Adorava aquilo. Viagens de compra de tecidos e roupinhas, entrega e busca de peças nas costureiras. Maravilhosas essas mulheres.

      Tinha uma em especial. D. Tatá. Mulher querida, batalhadora e generosa, muito generosa. Saudades dela. Minhas filhas tinham ciúmes pois ela ia lá em casa quase toda noite costurar e achavam que isso me roubava delas. Talvez tivessem razão, mas me dava tanto prazer costurar e mexer nos tecidos enquanto conversávamos, que não conseguia ver dessa forma.

      Comprei até uma máquina de costura reta e uma overlook, ambas industriais, pois ela estava acostumada a lidar com elas e agilizava muito o serviço.

 

      Em 1997, foi criado um mini shopping no bairro onde morava e resolvi, junto com meu marido, colocar uma loja, aberta ao público, que vendesse os produtos que produzia e outros que comprávamos. Era muito bom. Adorava aquele burburinho e minha família estava sempre junto naquele ambiente, mas...

 

      Continuava trabalhando como funcionária pública, tinha duas filhas pequenas, uma casa pra administrar e fiquei grávida pela terceira vez, aos 38 anos, sem qualquer planejamento.

 

      Meu mundo ficou de cabeça para baixo. Perdi as rédeas e não tinha como conciliar tudo. Apesar disso continuei com a loja até 2002,  pois adorava, mas a vendi. Dei um  tempo destas atividades e voltei a estudar, procurando me aperfeiçoar em minha outra carreira. Mas como sempre, faltava alguma coisa.

      Então, em 2005, comentando no trabalho sobre minha afeição pela costura, um amigo comentou que sua mãe fazia patchwork e peguei o telefone de uma loja em Coqueiros, bairro vizinho ao meu,  onde me iniciei nas artes dessa técnica maravilhosa.

      Em minhas viagens a São Paulo havia comprado algumas revistas sobre isso mas não entendia direito como fazer. A língua não ajudava pois eram todas em inglês (o meu é só para viagens).

      Mas parece que o universo conspira. Nesta mesma época, D. Carmem, sempre ela, apareceu em minha casa mostrando interesse pelos tecidos que sabia que haviam sobrado quando vendi a loja pois estava fazendo aula de patchwork.

      Eu estava de novo em contato com meus queridos e lindos paninhos.

      Vida nova!!!

      Começar de novo!!!

      Paninhos novos, agulhas e tesoura, placa, réguas, tudo novo.

      Meu mundo mudou, coloriu, se encheu de luz.

      E a casa?

      De um dia para o outro tudo foi invadido por paninhos minúsculos que perdia a toda hora.

      Com criança em casa é muito perigoso lidar com agulhas, alfinetes e tesouras. Precisava ter cuidado e manter tudo bem guardado.

 

      No começo tudo era feito à mão, tanto a costura como o quilt. Quadros (panôs para as patchorqueiras), tapetes, mantas, colchas, edredons, toalhas de mesa e de banho, panos de prato, bolsas, necessaires, de todas as cores e formas, mas sempre com muito capricho, pois posso ter muitos defeitos, mas ninguém pode me acusar de não ser caprichosa.

      E fui me expandindo dentro de casa. Quando a família viu, eu estava em todos os cômodos com meu paninhos e agulhas. Sala de jantar não existia mais.

      A primeira coisa, é claro, ainda em 2005, foi comprar uma máquina de costura nova. Especial para patchwork. Já havia descoberto que não dá pra fazer tudo a mão, então a costura passou a ser feita na máquina. Havia vendido as máquinas industriais. Não me serviam mais nessa nova fase de costureira.

      E fui criando.

      Minha professora era muito boa no que fazia. Interessada, trazia sempre novidades e incentivava as alunas a descobrirem coisas novas.

      Fizemos uma viagem maravilhosa para Gramado, no Rio Grande Do Sul, para conhecer minha primeira Feira de artesanato. Eu, uma amiga e minha professora. Adorei.

 

E no próximo Post eu conto mais! :)

 

Beijos,

Gédna <3 

     

Please reload

Please reload

Pesponto Quilteria e Patchwork Ltda. ME

48 3028-1106

©2018 by Pesponto. Proudly created with Wix.com